Make your own free website on Tripod.com

INTRODUÇÃO À FISIOLOGIA HUMANA

 

Prof. Garcia Rodrigues de Almeida

 

01. Origem

Deriva do grego: physis (natureza) + logos (estudo)

02. Definições

a) Ciência biológica que estuda as funções dos seres vivos e, em geral, os fenômenos da vida.

b) Estudo da regulação de alterações dentro dos organismos

c) Ciência que estuda o funcionamento dos organismos vivos

A fisiologia trata das funções dos organismos vivos – como se alimentam, respiram e se movimentam, e o que fazem para se manter vivos. Portanto, a fisiologia aborda o alimento e alimentação, digestão, respiração, transporte de gases no sangue, circulação e função cardíaca, excreção e função renal, músculos e movimento, reprodução. O animal morto possui as estruturas  que realizam estas funções; no animal vivo, essas estruturas funcionam.

03. Objetivo

a) Estudar o funcionamento normal dos órgãos e sistemas

b) Compreender os mecanismos de controle que permitem a todas as partes do processo vital funcionar em perfeito equilíbrio

04. Ramos da Fisiologia

a) Fisiologia celular (célula)

b) Fisiologia viral (vírus)

c) Fisiologia vegetal (vegetais)

d) Fisiologia animal (animais)

e) Fisiologia humana (humanos)

f) Fisiologia comparada (compara a fisiologia humana com a animal)

 

Organização funcional do corpo humano

01. Homeostase, Regulação e Controle em Fisiologia

01. 01. Homeostase

a) Manutenção constante das condições do meio interno

b) Meio interno – líquido intersticial

c) Manutenção da homeostase – participação conjunta de todos os órgão e sistemas

d) Origem dos nutrientes do LEC: respiratório (O2), TGI (nutrientes da dieta), fígado (glicogênio), músculo esquelético (glicogênio)

e) Remoção dos produtos finais do metabolismo: rins e pulmões

01. 02. Regulação

a) Molecular

1o) Sistema reagente reversível do tipo A + B C + D

A constante (k) será: k = [C] [D] / [A] [B]. Uma reação reversível corresponde a um sistema de realimentação negativa, porque a razão entre as substâncias resultantes da reação (C + D) e a dos reagentes (A + B) é constante. O acúmulo de resultantes eleva a concentração dos reagentes e vai inibir a reação. Isso ocorre porque         A + B ® C + D e também A + B ¬ C + D


2o) Reações controladas por enzimas alostéricas

Nesse caso, cada etapa da reação necessita de uma enzima específica, para levar a formação do produto final E. À medida que este aumenta no meio reagente, inibe a enzima E1 e, consequentemente, inibe a seqüência da reação (Inibição negativa).

b) Nervosa: simpático e parassimpático

c) Humoral: hormônios

01. 03. Sistemas de Controle em Fisiologia

a) A maioria dos sistemas de controle opera através de um mecanismo chamado feedback negativo ou retroalimentação negativa

b) Sistema de controle genético que opera nas células

c) Exemplos de feedback negativo: controle da respiração, pressão arterial, produção de hemácias, controle da glicemia

d) feedback positivo

1o) Sangria (Ver fig. 1.3, Tratado de Fisiologa Médica / Guyton and Hall)

2o) Contração uterina no momento do parto

3o) Potencial de membrana – abertura de canais de sódio, permite que mais sódio entre e despolarize a membrana

02. Compartimentalização dos fluídos do organismo

02. 01. Líquidos intracelular (LIC) e extracelular (LEC)

No organismo humano, a percentagem de água corresponde:

a) LIC @ 40% do pc

b) LEC @ 20%, sendo 15% no líquido intersticial (LI) e 5% de plasma sanguíneo

c) Aproximadamente 25% do componente extra-celular estão no sistema vascular (plasma = 5% do pc) e 75% situam-se fora dos vasos sanguíneos (LI = 15% do pc)

O volume sanguíneo total é de cerca de 8% do pc

Você pode estimar a percentagem de água corporal, multiplicando, para o cálculo da água total = pc x 06;           LIC = pc x 04 e LEC = pc x 0,2

02. 02. Composição do corpo

No homem adulto jovem, 18% do pc são proteínas e substâncias relacionadas, 7% são minerais e 15%, gorduras. Os 60% restantes são água.

02. 03. Água corporal total em relação a idade e sexo

A água é responsável por aproximadamente 60% do pc. O conteúdo individual de água pode variar com a quantidade de tecido adipooso; quanto maior a quantidade desse tecido, menor a fração do peso corporal atribuível à água. O conteúdo de água também varia com a idade. No recém-nascido, a água constitui cerca de 75% do peso do bebê.

Idade (Ano)

Homens (%)

Mulheres (%)

10 a 18

61

57

18 a 40

59

51

40 a 60

55

47

Acima de 60

52

46

03. Ritmos biológicos

Assunto discutido pelo professor Luciano